Caruaru realiza Campanha contra Hanseníase nas Unidades Básicas de Saúde

 

O combate à hanseníase é tema de uma campanha, durante todo o mês de julho, nas Unidades Básicas de Saúde de Caruaru. As ações são gratuitas e contemplam a população coberta pelas 73 equipes de Saúde da Família do município.

Estão sendo oferecidas palestras, atividades educativas, buscas ativas de pacientes e orientações sobre a doença, que é reconhecida por manchas na pele com alterações na sensibilidade.

A hanseníase é uma doença secular, mas ainda endêmica em vários países em desenvolvimento como o Brasil. Popularmente conhecida como lepra, e provocada pelo bacilo Mycobacterium leprae, tem em média dois mil novos casos ao ano em Pernambuco. Além de pacientes adultos, ainda existem muitas crianças contaminadas, o que escancara que a hanseníase permanece em atividade alta.

Em Caruaru foram registrados 36 casos, em 2018, e, neste primeiro semestre de 2019, foram identificados 14 casos.

Sinais e sintomas de alerta:

- sensação de formigamento;

- fisgadas ou dormência nas extremidades;

- manchas brancas ou avermelhadas na pele;

- perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato;

- áreas da pele aparentemente normais que têm alteração da sensibilidade e da secreção de suor;

- nódulos e placas em qualquer local do corpo.